Publicado 23 de Maio de 2019 - 5h30

Com atraso, a Ponte da Esperança, mais conhecida como Ponte Estaiada, em Hortolândia, vai ser inaugurada no próximo domingo. As obras começaram em 2012, ficaram paralisadas entre 2015 e 2017, e tiveram o custo total de R$ 77.604.501,18 milhões.

A ponte foi construída pela Prefeitura para integrar as regiões Leste (Jd. Novo Ângulo) e Oeste (Jd. Amanda) de Hortolândia. Tem 700 metros de extensão e está localizada entre o Jd. Santa Rita de Cássia e o Jd. Novo Ângulo. É a primeira ponte modelo estaiada da Região Metropolitana e Campinas (RMC) e a maior do Interior paulista, com 180 metros de vão sob a base, composta por 16 pares de cabos de aço, os estais, ligados a um mastro de 75 metros de altura.

A Ponte Estaiada foi construída pela Prefeitura, com parte de recursos de financiamento internacional, junto ao banco venezuelano Cooperação Andina de Fomento (CAF), no valor de U$ 44 milhões. O valor total da ponte foi de R$ 77.604.501,18. Além da obra estrutural, a Prefeitura construiu a cabeceira no acesso pelo Jd. Santa Rita de Cássia, obra teve custo de R$ 3.164.910,27, de recursos próprios.

A obra ficou paralisada de 2015 a 2017. Segundo a Administração, ao assumir em 2017, Perugini procurou o então governador do Estado, Geraldo Alckmin, para articular a retomada do corredor que ligará Campinas a Santa Bárbara d´Oeste.

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) atendeu ao pedido do prefeito e agilizou a obra: fez a cabeceira da ponte sentido Novo Ângulo, abriu uma avenida projetada da ponte até a avenida Antônio da Costa Santos, no Jd. Nova América, asfaltou e sinalizou a base da Ponte da Esperança e construiu estações de embarque neste trajeto. O Estado também fez a ligação da avenida Olívio Franceschini até a ponte, cruzando a avenida da Emancipação. Já a Prefeitura construiu a cabeceira da estrutura pelo Jd. Santa Rita de Cássia.

Depois de inaugurada, a Ponte da Esperança vai facilitar o transporte de passageiros entre os bairros de Hortolândia, além de promover a integração regional da cidade: quando o Corredor Metropolitano estiver pronto, a ligação entre Americana, Santa Bárbara D’Oeste, Nova Odessa, Sumaré, Hortolândia e Campinas será por este trajeto, quase que em linha reta, o que colocará a ponte como estratégica neste corredor expresso de ônibus.

Para viabilizar o Corredor Metropolitano, a EMTU prossegue com as obras no Jd. Nova América, de onde o traçado seguirá pelo Parque Peron, Chácaras Nova Boa Vista, até a Rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença (SP-101), onde a concessionária Rodovias do Tietê construirá uma alça de acesso.

O prefeito demonstrou satisfação em poder inaugurar a obra iniciada em seu mandato anterior. “Meu sentimento é de realização. Há algumas décadas sonhamos com uma nova cidade. Fizemos da participação popular uma ferramenta para a conquista de infraestrutura básica, como abastecimento de água, rede de esgoto, asfalto, saúde, educação, segurança. Hoje, com a inauguração da Ponte da Esperança, que é parte do Corredor Metropolitano (que integra Campinas até Santa Bárbara d´Oeste), concretizamos uma obra que nos liga ao futuro, tão grande é o simbolismo que essa obra de arte representa para Hortolândia e a Região Metropolitana de Campinas”, disse Perugini.

Aguapés tomam conta de lagoa

A lagoa do Parque Ambiental Remanso das Águas, que passa embaixo da ponte, está coberta de aguapés. As plantas aquáticas tomam a área desde o ano passado. Para piorar, a solução não deve chegar tão rapidamente. Em dezembro do ano passado, a Prefeitura de Hortolândia informou que uma licitação seria aberta até março deste ano para contratar uma empresa que alugue o maquinário necessário para limpeza da lagoa. No entanto, vencido o prazo, nada foi feito ainda e não foi informado o motivo. A Prefeitura respondeu apenas que realizará o desassoreamento da lagoa com recursos do Programa de Incentivo ao Crescimento (PIC), financiado pelo Banco Corporação Andina de Fomento (CAF). "A Administração prepara o projeto para abrir licitação e contratar o serviço", informou. (FLN/AAN)