Publicado 13 de Maio de 2019 - 10h20

Por AFP

A China anunciou nesta segunda-feira que aumentará suas tarifas alfandegárias a partir de 1º de junho sobre produtos americanos, com um total de 60 bilhões de dólares em importações anuais, em retaliação às medidas tomadas pela administração Trump. As tarifas alfandegárias aumentarão em um conjunto de produtos dos EUA já tributados, a uma taxa máxima de 25%, anunciou o Escritório da Comissão de Tarifas do governo chinês em seu site. O presidente dos Estados Unidos aprovou na sexta-feira aumentar, como medida punitiva, de 10% a 25% as tarifas sobre produtos chineses, que representam um total de 200 bilhões de dólares. Mais cedo, Donald Trump aconselhou à China que não faça retaliações às as tarifas impostas pelos Estados Unidos, considerando que uma escalada desta guerra comercial entre Pequim e Washington "só piorará as coisas". "A China se aproveitou dos Estados Unidos por tantos anos que está muito à frente (nossos presidentes não fizeram o trabalho.) Portanto, a China não deve retaliar, isso só vai piorar as coisas!", tuitou o presidente.ehl/sbr/nas/age/mb/zm/cn

Escrito por:

AFP