Publicado 13 de Maio de 2019 - 7h50

Por AFP

Uma ex-funcionária iraniana do British Council foi condenada a dez anos de prisão por "espionagem" em favor da Grã-Bretanha, informou nesta segunda-feira o porta-voz do Judiciário, citado pela agência Mizan."Uma cidadã iraniana encarregada do escritório 'Irã' no conselho cultural britânico chamado British Council cooperou com as agências de espionagem inglesas", disse Gholamhossein Esmaili, de acordo com a Mizan, a agência do Poder Judiciário.Esmaili explicou que a mulher "confessou" e foi recentemente "condenada a dez anos de prisão". Ela era responsável por projetos culturais de "infiltração" e foi presa "há mais de um ano" pelos serviços de inteligência e segurança iranianos, acrescentou.De acordo com Esmaili, trata-se de "uma estudante iraniana que vivia e estudava no Reino Unido e que, tendo sido contratada pelo British Council, viajou várias vezes ao Irã usando pseudônimos, e estabeleceu ligações com grupos artísticos e de teatro".Em maio de 2018, o British Council relatou a prisão no Irã de uma de suas funcionárias, Aras Amiri, uma estudante iraniana que residia no Reino Unido enquanto visitava sua família.Nos últimos anos, vários cidadãos britânicos-iranianos foram presos no Irã, que não reconhece a dupla cidadania.O British Council é uma rede de institutos culturais britânicos presente em 107 países. Ele não tem representação física no Irã.kas/on/gk/mr

Escrito por:

AFP