Publicado 18 de Abril de 2019 - 18h14

Por Adagoberto F. Baptista

Francisco Lima Neto

Da Agência Anhanguera

[email protected]

Com novas, bases Azul é líder em decolagens em São Paulo

A Azul anunciou ontem a inauguração de duas novas bases de operação em São Paulo, Araraquara e Santos/Guarujá, que não recebiam frequências comerciais há quatro décadas, e a adição de 200 voos semanais. Com os novos mercados e rotas, a companhia se tornará líder em número de decolagens no Estado de São Paulo, com 231 partidas diárias para 58 destinos. O crescimento da atuação da companhia é reflexo do acordo com o governo de São Paulo, que reduziu a alíquota do imposto que incide sobre o querosene de aviação.

Araraquara voltará ao cenário da aviação nacional, recebendo um voo diário para Campinas, a partir de 01 de setembro. A cidade será a 104º base doméstica da empresa, que detém, de longe, a maior malha aérea do Brasil. Com as ligações diretas e diárias para o aeroporto de Viracopos, clientes de Araraquara terão a possibilidade de se conectar para todos os destinos no Brasil e no exterior que são atendidos pela Azul a partir de seu maior centro de conexões do País.

Clientes da Baixada Santista, que será o 105º destino da Azul, também poderão voar com a empresa e conhecer os premiados serviços e produtos da companhia. A Azul considera operar voos do litoral paulista para os aeroportos Santos Dumont, no Rio, Belo Horizonte, em Minas, e Curitiba, no Paraná, em data a ser definida. O início das operações dependerá da licitação do aeroporto, que fica no Guarujá, e de obras estruturais. A região voltará a ser servida após cerca de quatro décadas sem frequências comerciais. Tanto o litoral de São Paulo quanto Araraquara serão operados com as aeronaves modelo ATR 72-600, com capacidade para até 70 passageiros.

Considerando o anúncio de ontem, a Azul ampliará a liderança em cidades servidas em São Paulo, chegando a 12 destinos: Campinas, Congonhas, Guarulhos, São José dos Campos, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Araçatuba, Marília, Bauru, Araraquara e Santos/Guarujá. Além disso, a empresa manterá a primeira posição em volume de rotas interestaduais atendidas (em média, 36 voos diários entre destinos paulistas) e alcançará uma média de 231 decolagens diárias a partir dos 12 aeroportos que contarão com voos da companhia.

“Estou muito animado com o anúncio que estamos fazendo hoje em parceria com o governo do Estado. Nossa ampliação em São Paulo sinaliza a nossa aposta na aviação regional, levando o Brasil literalmente no peito. Com as novas bases de operação e os novos mercados atendidos, poderemos mostrar nossos produtos e serviços para cada vez mais brasileiros, mostrando como a Azul valoriza a experiência e a satisfação de quem voa conosco. Tenho muita confiança na malha que vamos oferecer e espero que possamos proporcionar novos sonhos para nossos Clientes paulistas”, ressalta John Rodgerson, presidente da Azul.

Além das novas cidades servidas, a Azul fortalecerá o seu hub de conexões em Campinas e a sua presença em Guarulhos. De junho até dezembro deste ano serão oito novas ligações diretas: Campinas-Sinop, a partir de junho, Campinas-Vitória da Conquista, a partir de agosto, Campinas-Imperatriz, Campinas-Aracaju, Campinas-Natal, Campinas-São Luis e Campinas-João Pessoa, em julho, e Campinas-Cabo Frio, em dezembro de 2019. Com as novas rotas, o aeroporto de Viracopos chegará a uma média de 155 voos diários da Azul 58 destinos diretos.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista