Publicado 18 de Abril de 2019 - 14h10

Por AFP

Até 2030, os novos caminhões deverão emitir menos de 30% de dióxido de carbono (CO2) em relação aos níveis atuais na União Europeia (UE), em virtude da legislação aprovada nesta quinta-feira (18) pela Eurocâmara.Por 474 votos a favor, 47 contra e 11 abstenções, os eurodeputados reunidos em Estrasburgo (França) aprovaram esta lei, um mês após concordar também em reduzir em 37,5%, até 2030, as emissões nos carros de passageiros.Para os caminhões, a norma, a primeira para este tipo de veículo, estabelece que deverão circular emitindo menos 15% de dióxido de carbono, até 2025, e 30%, até 2030, em relação aos níveis de 2019.Em 2022, a Comissão Europeia, o braço executivo da UE, deverá propor os novos objetivos para o período posterior a 2030.Os fabricantes de caminhões também terão de investir em alternativas ao diesel e garantir que os veículos com emissões zero, ou baixas, representem pelo menos 2% das vendas da frota nova até 2025.Estes objetivos "estão distantes de serem suficientes para alcançar as metas do Acordo de Paris", destacou a ONG especializada em poluição automobilística Transport&Environment.O processo legislativo destes textos, seja sobre carros, ou sobre caminhões, foi marcado pela forte mobilização da indústria do setor, que ameaçava cortar postos de trabalho caso estabelecessem metas muito audaciosas.maj-tjc/pb/lca/tt

Escrito por:

AFP