Publicado 18 de Abril de 2019 - 12h30

Por AFP

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos divulgou, nesta quinta-feira (18), o relatório do procurador especial Robert Mueller sobre o "Russiagate", com vários trechos censurados para, segundo o governo, proteger dados confidenciais.O relatório de mais de 400 páginas foi editado pelo procurador-geral dos EUA, Bill Barr, para proteger as investigações, assim como as fontes.bur-an/lb/tt

Escrito por:

AFP