Publicado 18 de Abril de 2019 - 1h20

Por AFP

O número de países seguros para jornalistas continua se reduzindo no mundo, devido a uma hostilidade em relação à profissão que cria um clima de medo, revela o relatório anual da RSF, que aponta que a maior deterioração ocorreu nas Américas do Norte e do Sul."A hostilidade em relação aos jornalistas e, inclusive, o ódio que encontra eco nos dirigentes políticos de muitos países acabou provocando agressões mais graves e frequentes" contra estes profissionais, o que suscita um "clima de medo inédito em alguns lugares", deplora nesta quinta-feira a ONG Repórteres Sem Fronteiras (RSF).app/lr

Escrito por:

AFP