Publicado 05 de Abril de 2019 - 13h50

Por AFP

O Google confirmou que desmantelou um comitê de ética sobre inteligência artificial, poucos dias depois da polêmica provocada por alguns de seus membros.O encerramento das atividades do Advanced Technology External Advisory Council (Conselho Consultivo Externo de Tecnologia Avançada, ATEAC) foi decidido após a mobilização de um grupo de funcionários do Google contra a presença no comitê da presidente da Heritage Foundation, um think tank conservador.A presença no comitê do chefe de uma empresa especializada em drones também reacendeu temores do uso da inteligência artificial para fins militares, de acordo com o site de notícias Vox, ao primeiro veículo a publicar a notícia do desmantelamento do comitê."Ficou claro que neste ambiente, o ATEAC não pode funcionar como esperado", informou o Google à AFP na quinta-feira."Estamos encerrando o comitê e retomamos nossa reflexão do começo", disse sua subsidiária Alphabet.O Google acrescentou que está procurando outras maneiras de coletar opiniões externas sobre como usar essa tecnologia de forma responsável.A mobilizando contra o comitê começou com uma petição online pedindo a saída de Kay Coles James, presidente da Heritage Foundation, devido à sua posição pública "anti-trans, anti-LGBT e anti-imigrante". O texto foi assinado por 2.300 pessoas, incluindo funcionários do Google e acadêmicos.Os signatários temiam que as posições de James pudessem influenciar o desenvolvimento das tecnologias do futuro, e que os programas de inteligência artificial teriam um viés discriminatório desde o início.gc/alb/vog/iba/lp/llu/mrGOOGLE

Escrito por:

AFP