Publicado 21 de Março de 2019 - 13h52

Por Alenita Ramirez

Ajudante de motorista é preso por receptação

Divulgação

Ajudante de motorista é preso por receptação

A Guarda Municipal (GM), de Campinas, prendeu na noite desta quarta-feira (20), um ajudante de motorista de 39 anos suspeito de abastecer a cúpula do PCC, em Campinas. Com ele, os guardas acharam R$ 44,5 mil em dinheiro. O homem é morador de Pedreira e alegou que pegou o montante em Aparecida e entregaria há um "irmão" da facção criminosa. O suspeito estava em um Hyundai/HB20, roubado no distrito de Barão Geraldo, no mês de fevereiro.

A prisão aconteceu por volta das 14h, quando uma equipe patrulhava a Avenida Moraes Salles, na região central de Campinas. Os guardas receberam informações de que um HB20 com suspeita de clone havia passado por um ponto de monitoramento na cidade e a direção que o motorista havia seguido.

Pouco tempo depois, a equipe avistou o veículo, com um casal no interior. O veículo foi parado e o motorista, identificado como Paulo César de Camargo apresentou a documentação, mas através do chassi, os GM´s descobriram que era fruto de roubo. O suspeito chegou a dizer que havia comprado o veículo há um mês, por R$ 8 mil, em um grupo do Facebook, chamado feira do rolo.

No interior do carro, os guardas encontraram no assoalho uma sacola com o dinheiro.

De acordo com a GM, Camargo afirmou que é membro de uma facção criminosa e que havia recebido o dinheiro em Aparecida e entregaria em Campinas para um "irmão" da facção, porém não informou o local do encontro. O suspeito ainda alegou que passou a ser parte da facção criminosa quando foi preso por tentativa de homicídio, há seis anos. Ele foi levado para o plantão da 1ª Delegacia (DP), no bairro Botafogo. A mulher, uma dona de casa de 37 anos, prestou depoimentos e foi liberada.

O proprietário do carro foi localizado e compareceu à delegacia. O carro não possuía seguro. O dinheiro ficou apreendido.

Escrito por:

Alenita Ramirez