Publicado 22 de Fevereiro de 2019 - 20h55

Por Adagoberto F. Baptista

FOTOS: LEANDRO FERREIRA

Renato Piovesan

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

As celebrações do centenário do Padre Haroldo Joseph Rahm tiveram início ontem à noite, com missa na Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, no complexo do Liceu Salesiano, no bairro Guanabara, em Campinas, justamente no dia em que ele completou 100 anos de vida. Logo que subiu ao altar, por volta das 19h40, o jesuíta foi ovacionado e aplaudido de pé pelo público, que lotou quase todos os 1.250 assentos da igreja.

Não foi uma missa qualquer. Veio gente de vários cantos do Brasil – e até do mundo – para ver o famoso religioso de perto. Um exemplo disso é o professor Aaron Whitehead, de 39 anos. Ele é norte-americano e veio da Califórnia para levar seu filho de 10 anos para conhecer o padre, que é seu tio avô. "Meu filho sempre dizia que queria conhecê-lo, estava ansioso por esse momento. Quando soube que o padre estaria completando 100 anos, ele pensou que seria a hora certa de vir. É maravilhoso e incrível que ele tenha atingido essa idade, um homem tão bom que sempre foi", disse.

Outra que veio de longe para ver o Padre Haroldo de perto foi a professora aposentada Ana Luzia Leal, de 66 anos, de Aracaju. Ela conheceu o jesuíta há dois anos. "Conheci ele em 2017 num retiro de ioga cristã e fiquei encantada com a aula de meditação. Hoje sou professora de ioga cristã e espero passar os ensinamentos do Padre Haroldo para o Sergipe", afirmou.

Bastante sorridente e carismático, Padre Haroldo acenou e cumprimentou várias pessoas que pediram a bênção à ele na noite de ontem. A missa foi celebrada pelo bispo Dom Severino Batista de França, da Diocese de Nazaré da Mata, e pelos padres Vinicius (Selesiano Dom Bosco), José Eduardo (administrador da Diocese de Campinas), Adilson Aparecido da Silva (jesuíta) e Frei Hans (fundador da Fazenda Esperança, comunidade terapêutica de recuperação de dependentes químicos).

"O Padre Haroldo é uma figura bem carismática do ponto de vista bíblico. É um homem de visão, inquieto, que veio dos Estados Unidos e se dedicou ao trabalho com os mais carentes, os excluídos. Sempre vivenciou a mensagem de Jesus. Ele é uma bênção de Deus, que fez um bem extraordinário em Campinas e no Brasil", destacou o bispo Dom Severino Clasen. A programação de aniversário do Padre Haroldo segue hoje com almoço e homenagens a partir do meio-dia no Prime Hall, na Cidade Universitária. O valor do convite individual é R$ 100 e crianças de até 5 anos não pagam.

O padre

O padre Haroldo Rahm nasceu no Texas em 1919. No Brasil, ele tomou a frente de programas de evangelização e obras sociais, coordenando pessoalmente a criação das chamadas Casas Dia, com dezenas de unidades espalhadas pelo Brasil, para o amparo e os cuidados com dependentes químicos. O projeto serviu de base para a criação do instituto que leva seu nome em Campinas, onde mais de 12 mil pessoas já foram atendidas. O trabalho tem o reconhecimento até no exterior. A prefeitura de El Paso, no Texas, onde ele nasceu, o condecorou em 2016 com o título de "Cidadão do Ano". Atualmennte, Padre Haroldo mora em São Paulo, onde recebe cuidados em seu tratamento de um problema cardíaco.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista