Publicado 21 de Fevereiro de 2019 - 15h29

Por Carlos Augusto Rodrigues da Silva

Carlos Rodrigues

Da Agência Anhanguera

[email protected]

O Guarani deve ter pelo menos duas novidades na equipe titular que enfrenta o São Caetano, amanhã, às 16h30, no Brinco de Ouro, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. Além do desfalque do meia Lucas Crispim, que rompeu o tendão de Aquiles direito, o técnico Osmar Loss também não poderá contar com o lateral-esquerdo William Matheus. O jogador teve diagnosticada uma lesão de grau um no músculo adutor da coxa esquerda e o prazo de recuperação é de dez dias.

William é um dos poucos jogadores que haviam sido titulares em todas as partidas da temporada. Com o problema, ele abre caminho para que Inácio receba a primeira oportunidade de iniciar um jogo em sua posição de origem - nas outras vezes atuou mais avançado. Outra cara nova na equipe que enfrenta o Azulão é Diego Cardoso. Artilheiro do Bugre no Estadual com três gols, o atacante não enfrentou o Santos por questões contratuais, tem retorno garantido e é o provável substituto de Lucas Crispim.

Nas demais posições, Loss não deu indicativos de mais mudanças, embora ainda comande mais uma atividade hoje. Diego Giaretta volta a ficar à disposição, mas a zaga deve continuar sendo formada por Ferreira e Victor Ramos. Já Thiago Ribeiro, que não participou do treinamento de quarta-feira, foi a campo normalmente ontem, não preocupa a comissão técnica e, portanto, poderá ser aproveitado. O meia Mateusinho, inscrito no campeonato, pode pintar no banco de reservas.

Os ingressos para o jogo de amanhã já estão à disposição do torcedor bugrino. A diretoria manteve a política de preços e cobrará R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) em todos os setores do estádio, sem qualquer promoção. As entradas podem ser adquiridas hoje das 9h às 18h na secretaria do clube e amanhã nas bilheterias. Na briga para entrar na zona de classificação do Grupo B - tem dois pontos a menos que o Novorizontino, segundo colocado -, o Bugre aposta na sequência de dois jogos no Brinco de Ouro - depois recebe a Ferroviária - para se aproximar da vaga.

Osmar Loss

O portal UOL publicou ontem que Osmar Loss foi procurado pela CBF para dirigir a Seleção Brasileira sub-20, que recentemente fracassou no Sul-Americano. O técnico do Guarani estaria numa lista que conta também com André Jardine, ex-São Paulo. O contato foi negado pela assessoria de imprensa do treinador e pelo ex-lateral Branco, que inclusive comandou o Bugre em 2013 e atualmente atua como coordenador das categorias de base da seleção.

Escrito por:

Carlos Augusto Rodrigues da Silva