Publicado 27 de Fevereiro de 2019 - 9h00

Por AFP

O Vaticano anunciou nesta quarta-feira que vai abrir um inquérito canônico interno contra o cardeal australiano George Pell, um dos conselheiros mais próximos do papa Francisco e considerado culpado de estupro de menor pelo sistema judiciário de seu país. "Depois da condenação em primeira instância do Cardeal Pell, a Congregação para a Doutrina da Fé cuidará agora deste caso de acordo com os termos e prazos estabelecidos pela lei canônica", anunciou o porta-voz do Vaticano, Alessandro Gisotti, em um comunicado. fcc/ljm/jhd/cn

Escrito por:

AFP