Publicado 27 de Fevereiro de 2019 - 7h50

Por AFP

Michael Cohen, ex-advogado de Donald Trump, afirmará ao Congresso americano nesta quarta-feira que o presidente é um "racista" e um "vigarista" e sabia com antecedência que o WikiLeaks publicaria informações sobre Hillary Clinton, informa a imprensa dos Estados Unidos.Cohen também vai afirmar que Trump essencialmente o instruiu a mentir sobre um projeto imobiliário que Trump tinha na Rússia inclusive quando era candidato a presidente em 2016, segundo uma declaração preparada de Cohen e que foi repassada ao jornal New York Times e outros meios de comunicação.O presidente Donald Trump não perdeu tempo e criticou o advogado."Michael Cohen foi dos muitos advogados que me representou (infelizmente)", escreveu no Twitter.Cohen "está mentindo para tentar reduzir sem tempo de prisão", completou Trump, antes de recordar que Cohen foi expulso da Ordem dos Advogados de Nova York por "mentir e por fraude".Cohen comparecerá nesta quarta-feira à Comissão de Supervisão da Câmara de Representantes, que recentemente voltou a ter maioria democrata, uma audiência muito aguardada que será aberta e exibida na TV.A primeira de três audiência de Cohen aconteceu na terça-feira em uma comissão do Senado.dw/fox/pa/zm/fp

Escrito por:

AFP