Publicado 18 de Fevereiro de 2019 - 22h00

Por AFP

Dois policiais morreram nesta segunda-feira (18) em uma explosão no Cairo quando perseguiam um homem suspeito de ter colocado um artefato explosivo perto de uma mesquita na semana passada, anunciou o Ministério egípcio do Interior.O suspeito também morreu na explosão no bairro de Darb al Ahmar, e três policiais ficaram feridos, segundo o comunicado do ministério."Quando as forças de segurança cercaram o homem e se preparavam para detê-lo e controlá-lo, explodiu um artefato em sua posse", disse o ministério.Os policiais buscavam um homem que havia colocado um bomba na sexta-feira perto da mesquita de Al Azhar que pôde ser desativada.A explosão desta segunda-feira ocorreu perto da mesquita Al Azhar no coração do antigo Cairo Islâmico, causando danos em várias lojas.O local foi isolado e o acesso à imprensa foi impedido."A fachada e as janelas da minha loja ficaram destruídas", disse Karim Sayed Awad, dono de uma barbearia."Não só isso, mas houve mortos. Esta é uma zona turística e tais incidentes a afetam". A indústria turística do Egito está lutando para se recuperar dos atentados e da instabilidade doméstica que afetaram o país nos anos que se seguiram ao levante de 2011 que depôs Hosni Mubarak. Em dezembro, três turistas vietnamitas e seu guia egípcio morreram quando uma bomba caseira explodiu no ônibus em que viajavam nos arredores do Cairo, perto das famosas pirâmides de Gizé.mz/gd/al/db/mvv

Escrito por:

AFP