Publicado 07 de Fevereiro de 2019 - 20h10

Por AFP

Os Estados Unidos pediram nesta quinta-feira à Nigéria que garanta que as eleições presidenciais e legislativas de 16 de fevereiro sejam "livres, justas, transparentes e pacíficas" e que a comissão eleitoral supervisora possa funcionar sem ser "intimidada"."Aqueles que interferem no processo eleitoral ou incitam a violência devem ser responsabilizados", disse o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em um comunicado.Ele também pediu que os "serviços de segurança" do país africano garantam "um ambiente seguro para os nigerianos exercerem seus direitos".O país mais populoso da África (180 milhões de pessoas) realiza eleições em 16 de fevereiro em uma instância que promete ser bastante disputada e que incluirá o presidente em exercício Muhammadu Buhari - que tentará o segundo mandato - e o líder da oposição e ex-vice-presidente Atiku Abubakar.fff/leo/llu/gv/cc

Escrito por:

AFP