Publicado 07 de Fevereiro de 2019 - 19h00

Por AFP

Quadros e desenhos atribuídos a Adolf Hitler, alguns dos quais iam ser leiloados no sábado, foram confiscados na Alemanha devido a dúvidas sobre sua autenticidade, indicou nesta quinta-feira a procuradoria em Nuremberg. Um total de 63 obras assinadas "A. H." ou "A. Hitler" foram confiscadas, incluindo 26 que seriam leiloadas no sábado, segundo a fonte. "Na procuradoria de Nuremberg fizemos uma investigação por suspeitas de falsificação e tentativa de fraude", declarou à AFP a procuradora-geral Antje Gabriels-Gorsolke, de modo que será necessário "verificar se as pinturas são falsas ou originais". Apenas cinco das 31 obras serão leiloadas no sábado, confirmou nesta quinta-feira a casa de leilões Weidler. As 26 obras retiradas da venda foram riscadas no catálogo do leilão. A procuradoria confiscou outras 37 obras cuja autenticidade também é questionada. Inicialmente, estava previsto leiloar várias aquarelas, desenhos e pinturas assinados pelo líder nazista com motivos vieneses e de Nuremberg, assim como retratos de mulheres e naturezas-mortas. As obras provêm de 23 proprietários diferentes, segundo a empresa Weidler.mat/alf/agr/age/mb/db/cc

Escrito por:

AFP