Publicado 07 de Fevereiro de 2019 - 16h30

Por AFP

O governo iemenita e os rebeldes huthis alcançaram "um compromisso preliminar" para a redistribuição de suas forças em Hodeida e a abertura de corredores humanitários, disse nesta quinta-feira (7) o porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric. O compromisso foi alcançado após quatro dias de discussões em um navio perto de Hodeida, lideradas pela missão de observação da ONU da trégua em vigor desde dezembro.As partes enviarão seus líderes, disse o porta-voz, e a ONU continuará analisando novas conversas com ambas as partes "com o objetivo de finalizar os detalhes das redistribuições".Durante quatro dias, "as partes trabalharam juntas de maneira construtiva para resolver os problemas pendentes sobre a redistribuição mútua de forças e a abertura de corredores humanitários", disse Dujarric. "Contudo, ainda há desafios à frente, especialmente devido à complexidade das linhas de frente atuais", acrescentou."As duas partes assumiram seu firme compromisso de observar e fortalecer o cessar-fogo" e vigor desde 18 de dezembro, disse finalmente o porta-voz. Prevista por um acordo de paz alcançado no início de dezembro na Suécia, a redistribuição dos combatentes dos portos de Hodeida, Saleef e Ras Issa, ainda não se concretizou.O conflito no Iêmen provocou 10.000 mortes, em sua maioria civis, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), e deixou 14 milhões de iemenitas à beira da inanição.prh/AB/gv/cb

Escrito por:

AFP