Publicado 23 de Fevereiro de 2019 - 10h56

Por Paulo Santana/AAN

Artioli e Guerreiro garantiram a vitória da Ponte Preta no STJD ontem

Cedoc/RAC

Artioli e Guerreiro garantiram a vitória da Ponte Preta no STJD ontem

 O resultado da partida entre Aparecidense-GO e Ponte Preta, válida pela primeira rodada da Copa do Brasil, que terminou com vitória do time goiano por 1 a 0, foi cancelado pelo STJD. O julgamento, que começou às 17h30 e só terminou por volta das 21h, na sede da OAB-CE, em Fortaleza, terminou com o placar empatado em 4 a 4. Então, coube, ao relator do caso decidir com o voto de minerva, favorecendo o time de Campinas por 5 a 4.

Assim, os oito juízes do STJD entenderam que houve interferência externa e decidiram que o pedido era procedente. Além do cancelamento do resultado e consequente realização de nova partida em data a ser marcada pela CBF, o time campineiro pediu a instauração de processo disciplinar contra a arbitragem cearense. “Acredito que esta tenha sido a maior vitória em meus 25 anos de carreira. Só tenho que agradecer ao advogado João Felipe Artioli pela dedicação e empenho nesta ação”, comemorou o diretor jurídico Giuliano Guerreiro.

A Ponte alegou interferência depois do juiz confirmar e invalidar o gol de empate, marcado aos 44' do segundo tempo. Na ocasião, o árbitro Léo Simão e o assistente Samuel Oliveira demoraram 16 minutos para tomar uma decisão sobre impedimento ou não do atacante Hugo Cabral. A TV mostrou que o lance era irregular.

Dos envolvidos, apenas Samuel, que prestou depoimento negando interferência, não vem trabalhando. A Comissão de Arbitragem da Federação Cearense decidiu retirá-lo das escalas.

Já o árbitro Léo Simão e o auxiliar Eleutério Marques, que também estiverem presentes no julgamento, voltaram a ser escalados no Estadual, mas não entraram mais em sorteios da CBF.

Time

Ontem, o técnico Jorginho comandou mais um treinamento com os portões fechados para a imprensa e não deu pistas de qual time pretende mandar a campo amanhã, às 17h, no Majestoso, diante do Ituano, pela oitava rodada do Paulista.

Recuperados de lesão, o lateral-esquerdo Giovanni e o meia Rafael Longuine ficam à disposição. O lateral-direito Arnaldo, que cumpriu suspensão, deve retornar ao time. “Não vamos facilitar a vida do adversário. Por isso, não vou confirmar a equipe”, comentou Jorginho.

Na terceira colocação do Grupo A, a Ponte Preta tem cinco pontos a menos que o vice-líder Red Bull: 9 contra 14. Faltam cinco rodadas para o fim da primeira fase.

Escrito por:

Paulo Santana/AAN