Publicado 07 de Fevereiro de 2019 - 13h06

Por Estadão Conteúdo

A principal linha de investigação sobre as causas do colapso da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, é o acúmulo anormal de água e a falha no sistema de drenagem. A Superintendência da Polícia Federal (PF) confirmou que, a partir dos depoimentos dos investigados e das perícias realizadas no local da tragédia, "uma das linhas de apuração aponta para a possibilidade de acúmulo de água e saturação da barragem e para uma possível falha no sistema de drenagem como eventuais causas de saturação da barragem e de seu consequente rompimento". A PF informou ainda que, além dos crimes ambientais, estão sendo investigados os crimes de falsidade ideológica, uso de documento falso e homicídio.

Escrito por:

Estadão Conteúdo