Publicado 11 de Janeiro de 2019 - 16h38

Por Adagoberto F. Baptista

Alison Negrinho

Da Agência Anhanguera

[email protected]

Há quase dois meses sem ver a Ponte Preta jogando em casa, no Estádio Moisés Lucarelli, o torcedor alvinegro já sabe quanto terá que desembolsar para a partida de estreia da equipe no Campeonato Paulista. A Macaca divulgou que as entradas para o confronto diante do Oeste, no sábado (19), às 16h30, custarão R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia), para os setores da Arquibancada e Geral, assim como para a área destinada aos torcedores vistantes. Já quem estiver interessado em ficar no setor Vip precisará desembolsar R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia).

Os ingressos podem ser adquiridos nas bilheterias do Majestoso de segunda a sábado, das 11h às 19h, e no dia do jogo das 9h até os 15 minutos do segundo tempo.

Também é possível comprar em diferentes pontos comerciais. São eles: Baby Sport (centro), de segunda a sábado, das 11h às 17h; Baby Sport (Campinas Shopping), no horário de funcionamento do shopping; Baby (Parque Prado), no mesmo horário de funcionamento do shopping; site www.meubilhete.com.br.

O último compromisso da Ponte em seus domínios aconteceu no dia 13 de novembro. Na ocasião, ainda sonhando com o acesso à elite do Brasileirão e embalada por conta da boa sequência de resultados, os campineiros receberam o Coritiba e venceram por 2 a 0. O jogo ficou marcado por uma grande festa da torcida, que lotou as arquibancadas do Majestoso com mais de 10 mil pessoas.

Já pelo Paulistão, a última partida da Macaca também traz boas lembranças ao torcedor. Disputando a final do Troféu do Interior, o time não decepcionou e, depois de empatar na ida longe de seus domínios, bateu o Mirassol por 1 a 0, graças ao gol de Emerson. Alegria para mais de 7 mil pontepretanos que compareceram.

Agora, para a estreia, o torcedor alvinegro irá se deparar com um time bastante modificado em relação ao ano passado. Isso porque 15 reforços já foram anunciados e brigam por um espaço entre os titulares do técnico Mazola Júnior.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista