Publicado 11 de Janeiro de 2019 - 11h05

Por Mary Jane A. Paiva

Como você irá lidar com esses desejos (e tabus) em 2019?

2019 está novinho em folha, recém-nascido. Fala-se que é o ano do Deus do fogo , ano do poder, da força e da coragem de banir o mal. Dizem que o vermelho, de “ver melhor” é a cor que o representa. O que você precisa ver melhor em sua vida? Você está vivendo da forma que gostaria?

O sucesso e o fracasso estão em suas mãos, e nunca pense que é tarde demais ou que já está muito velho para experimentar e transformar. Lembrando que o fracasso faz parte do sucesso, é um pilar do sucesso, porque o sucesso é difícil de ser sustentado, mais ainda quando você não conhece e não aguenta o fracasso.

Para se alcançar o sucesso é preciso esforço e perseverança em um primeiro momento, depois ele pode até emergir espontaneamente , e depois desta etapa geralmente surgem colaboradores para lhe ajudar a sustentá-lo.

O sucesso, na maioria das vezes, é do ser humano que tem objetivos, aberto aos desafios, para o crescimento e desenvolvimento de suas potencialidades e aptidões. Coragem é essencial. Porque o medo do fracasso muitas vezes é o impedimento para o sucesso. Você paralisa e não se arrisca aos desafios que, talvez, possam trazer muita realização e alegria.

A tão falada zona de conforto é uma armadilha do caminho para o sucesso. Dá a triste ilusão de controle e segurança. É limítrofe, tira as possibilidades de movimento e mudança. Desde cedo somos cobrados a ter sucesso. Começa na escola, com as boas notas, em ser o melhor do time, ter amigos, ser o mais amado da família, o mais bonito, o mais inteligente e informado, etc. São desafios. E são desconfortáveis.

E o curioso é que já no inicio da vida fala-se em ser bem sucedido, mas não das possibilidades de perder e fracassar nesse caminho. O grande inimigo não é o fracasso, nem a frustração, nem a dor (que podem ser degraus para se alcançar o sucesso), mas sim a desistência. O sucesso é sobre persistir na integridade, é, acreditar, focar e lutar. É cair e levantar.

Você pode observar que muitas pessoas fracassam por pararem no meio do caminho e desistirem do objetivo da suas vidas. Fazem por medo e caem em auto-sabotagem. Não raro, culpam o outro e o mundo por sua desistência (que é o fracasso), enquanto a culpa é da sua intolerância à dor e a frustração do meio do caminho.

Obstáculos são como contrações, o sucesso está nelas, nos altos e baixos, no pulsar. É algo vivo, que merece cuidado e atenção permanentes. Para ter resultados evolutivos não se pode fazer mais do mesmo, é preciso experimentar novas maneiras de pensar, sentir , agir e reagir para ter resultados diferentes.

Aproveitando o ano que se inicia esta é uma boa reflexão para você sair do seu círculo vicioso (todos temos um ou mais). Ótima oportunidade para sentir, enxergar e responder a frustração e ao fracasso de uma nova maneira. Acredite, isso mudará a direção da sua vida para um caminho de realização. Resiliência é fundamental para realizar, assim como não há sucesso sem fracasso.

Escrito por:

Mary Jane A. Paiva