Publicado 11 de Janeiro de 2019 - 18h50

Por AFP

Os reguladores bancários dos Estados Unidos, inclusive o Federal Reserve (Fed, banco central americano), pediram às instituições financeiras que sejam tolerantes com seus clientes que não estão recebendo salário devido à paralisação do governo federal.Há três semanas, 800.000 funcionários americanos estão sem emprego forçosamente devido a uma disputa entre o governo Trump e os democratas no Congresso devido ao muro que o presidente quer construir na fronteira com o México para conter a imigração ilegal."Embora as consequências do 'shutdown' para estas pessoas devam ser provisórias, as que solicitaram empréstimos podem enfrentar dificuldades temporárias para pagar suas parcelas, sejam hipotecas, créditos estudantis e cartões de crédito", enumerou o Fed em um comunicado.O Banco Central americano e outros reguladores bancários "incentivam as instituições financeiras a modificar prudentemente os termos dos empréstimos existentes ou proporcionar novos empréstimos". A paralisação parcial do governo, que dura mais de 20 dias, pode se tornar à meia-noite desta sexta-feira a mais longa da história dos Estados Unidos.vmt/vog/mps/cbr/lb/mvv

Escrito por:

AFP