Publicado 11 de Janeiro de 2019 - 6h50

Por AFP

O britânico Andy Murray, ex-número um do tênis mundial atualmente marcado pelas lesões, disse nesta sexta-feira (11) que vai se aposentar este ano e que espera poder aguentar até Wimbledon.Ele admitiu, porém, que o Aberto da Austrália pode ser seu último torneio."Posso jogar com limites. Mas os limites e a dor, ao mesmo tempo, não me permitem aproveitar a competição, nem os treinos", disse Murray, em Melbourne."Onde eu gostaria de pôr fim à competição é em Wimbledon, mas não tenho certeza de que vá conseguir fazer isso. Acho que há a possibilidade de que o Aberto da Austrália seja meu último torneio", completou.mp/arb/ecl/sgf/tt

Escrito por:

AFP