Publicado 10 de Janeiro de 2019 - 20h20

Por AFP

Michael Cohen, ex-advogado do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, testemunhará no Congresso em sessão pública no dia 7 de fevereiro, informaram nesta quinta-feira integrantes da Câmara de Representantes, controlada pelos democratas."Agradeço Michael Cohen por decidir, de maneira voluntária, testemunhar no Comitê de Supervisão", declarou o presidente do Comitê, Elijah Cummings.O testemunho de Cohen ocorre após o advogado ser condenado, no dia 12 de dezembro, a três anos de prisão por múltiplos crimes, entre eles sonegação de impostos e contribuição ilegal de campanha."Espero ansiosamente o privilégio de (...) poder contar de maneira completa e crível sobre os eventos que aconteceram", assinalou o advogado.Após ser condenado, Cohen - braço direito do atual presidente na Organização Trump - revelou ter passado anos encobrindo "atos sujos" do magnata imobiliário.pmh/lr

Escrito por:

AFP