Publicado 25 de Janeiro de 2019 - 20h12

Por Alison Negrinho

Por Alison Negrinho

Mazola busca sua primeira vitória: técnico pede atenção no jogo aéreo

Denny Cesare/EC

Mazola busca sua primeira vitória: técnico pede atenção no jogo aéreo

Ainda sem balançar as redes e vencer (ou perder) no Campeonato Paulista, a Ponte Preta vai até São Paulo neste sábado (26), para enfrentar o Corinthians, pela terceira rodada. O confronto, que acontece às 19h, na Arena Corinthians, coloca frente a frente dois times que não conseguiram engrenar neste início de temporada. Assim como a Macaca, o Timão não sabe o que é triunfar no Estadual.

Com dois pontos, a Ponte ocupa a terceira colocação do Grupo A. Em seus dois confrontos até aqui no Paulistão, os comandados do técnico Mazola Júnior empataram contra Oeste e Ferroviária por 0 a 0.

Para o duelo, o treinador pontepretano terá como grande missão fazer o ataque funcionar. Enquanto a defesa se mostra sólida, o setor ofensivo até melhorou na segunda rodada, mas segue em jejum.

"Ainda faltam dois atacantes numa lista de 23 inscritos, isso faz a diferença. Também tem a situação que é sempre mais difícil arrumar a frente. Nós ainda estamos com a transição ruim, o que dificulta o nosso jogo ofensivo. Você acaba criando menos oportunidades, fica mais longe do gol adversário. Só com a sequência vamos conseguir evoluir neste aspecto", afirmou Mazola.

O comandante ainda não repetiu a escalação na competição, e isso novamente não vai acontecer. Ressaltando o desgaste físico deste início de temporada, a formação titular mudará.

"Na fase que o time se encontra, com o terceiro jogo em uma semana e apenas três semanas de trabalho, normal que uma situação ou outra a gente altere. Vamos depender do que os exames mostrarem, da conversa com os jogadores e do time do Corinthians também. São várias situações. Então não consigo dizer quantas peças vamos trocar", despistou.

A tendência é que o esquema seja mantido, com dois jogadores na frente.

Atenção com o adversário

Apesar do Corinthians não atravessar seu melhor momento, Mazola destacou que é preciso ficar atento com o Timão.

"Temos de ter muita atenção na bola parada, principalmente no jogo aéreo. São jogadores de alto nível”, explicou.

Escrito por:

Alison Negrinho Alison Negrinho