Publicado 25 de Janeiro de 2019 - 20h08

Por Carlos Rodrigues

Com moral elevada, Guarani quer outro resultado positivo em casa

Letícia Martins/Guarani Press

Com moral elevada, Guarani quer outro resultado positivo em casa

Embalado pela importante vitória conquistada sobre o Corinthians no meio da semana, o Guarani busca neste sábado (26) a afirmação para consolidar o bom momento no Campeonato Paulista. Em outro jogo em casa, o Bugre tenta mais um resultado positivo na reedição da decisão da Série A2 do ano passado contra o Oeste, às 16h30, no Estádio Brinco de Ouro, em partida válida pela terceira rodada.

Com a confiança lá em cima, afinal é o único a ter derrotado um dos quatro grandes até agora, o time alviverde sabe que os três pontos da quarta-feira terão valor ainda maior se a equipe fizer valer novamente o fator casa. "A gente ter sido o único do grupo a ter vencido um dos grandes pode proporcionar uma vantagem, mas desde que a gente faça o resultado contra os considerados não grandes. Precisamos manter o foco", diz o técnico Osmar Loss. "Para que os três pontos do Corinthians sejam diferenciais, temos que fazer pontos em casa sobre todos. Essa é a nossa batalha", acrescenta.

"Temos pouco tempo de trabalho ainda, mas haverá evolução jogo a jogo. Temos objetivos grandes, mas com pés no chão, pontuando jogo a jogo. Não tem jogo fácil, então temos que conseguir pontuar, como fizemos no último jogo. Poucos vão conseguir vitórias contra Palmeiras, Corinthians, Santos e São Paulo, precisamos usar isso à nosso favor", destaca o meia Rondinelly.

O Oeste é um velho conhecido da temporada passada, já que os times se enfrentaram quatro vezes em 2018, inclusive na decisão da Série A2, vencido pelo Guarani de goleada. Nesse ano, o time de Barueri empatou em 0 a 0 as duas partidas e é alvo de atenção por parte do comandante bugrino.

"Nos jogos que pudemos observar, não foi um time retrancado. Precisamos ter paciência em todos os momentos e entender que tipo de jogo o Guarani precisa executar. Um jogo de posse de bola, de aproximação, triangulações e infiltrações. Acho que não podemos fugir dessa característica", avisa Loss. "Os adversários vão estudar cada vez mais o Guarani, então temos que trazer recursos para criar dificuldades".

A sequência de jogos e o pouco tempo de recuperação nesse início de campeonato, alvos de reclamação do treinador, preocupam, mas a ideia é de que a escalação da partida anterior seja repetida - os desfalques certos são Lenon e Carlinhos, entregues ao departamento médico, além de Victor Ramos, que se recondiciona fisicamente. Uma mudança de última hora só vai acontecer se algum jogador acusar um problema físico.

Escrito por:

Carlos Rodrigues