Publicado 12 de Janeiro de 2019 - 10h09

Por Carlos Rodrigues

Jogadores e integrantes da comissão técnica do Guarani comemoram a vitória que levou o time à terceira fase da Copa São Paulo

Guarani Press

Jogadores e integrantes da comissão técnica do Guarani comemoram a vitória que levou o time à terceira fase da Copa São Paulo

O Guarani está na terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Ontem, o Bugrinho garantiu a vaga ao derrotar o Votuporanguense por 2 a 1, na Arena Plínio Marin, em Votuporanga. Felipe e Pedro Moraes marcaram os gols da classificação. Assim, a equipe já supera a campanha realizada no ano passado e agora busca um lugar nas oitavas de final no confronto com o Internacional, que eliminou o Taquaritinga nos pênaltis. O jogo deve acontecer amanhã em local a ser determinado pela Federação Paulista.

O primeiro tempo da partida de ontem foi equilibrado. O Guarani teve mais volume de jogo, mas foram poucas oportunidades claras. Aos 4’, Bidu arriscou de fora da área e mandou à direita, com perigo. Renan, aos 17’, recebeu na área, bateu cruzado e o goleiro fez a defesa. Pedro Acorsi também arriscou e parou em Gustavo. O Bugrinho até balançou a rede, aos 41’, mas a arbitragem anulou alegando impedimento.

Logo no início da etapa final, veio o primeiro gol. Após cobrança de escanteio, aos 2’, Felipe bateu firme no canto esquerdo e abriu o placar. O Votuporanguense empatou aos 13’. Na cobrança de escanteio, o goleiro bugrino Guilherme não segurou a bola e Agnaldo conferiu.

O Guarani sentiu momentaneamente o gol, mas a bola parada fez a diferença novamente aos 19’ Renan cobrou escanteio e o zagueiro Pedro Moraes apareceu no meio da área para marcar de cabeça.

Depois do gol, a equipe alviverde administrou a vantagem. Davó teve chance de liquidar a fatura aos 45’, mas errou a finalização. E o goleiro Guilherme se redimiu aos 47’ fazendo ótima defesa para evitar o empate.

“Foi um jogo muito difícil e brigado. Tentamos trabalhar a bola, furar o bloqueio deles e aproveitamos as chances na bola parada”, disse o volante Felipe.

Escrito por:

Carlos Rodrigues