Publicado 25 de Janeiro de 2019 - 16h24

Por Estadão Conteúdo

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) lamentou, em nota, o ocorrido, "que coloca em risco vidas humanas e o meio ambiente", e disse temer que o problema afete o abastecimento de famílias que vivem em 48 municípios da Bacia do Rio Paraopeba. Segundo o movimento, "inúmeras denúncias" foram feitas em razão do risco de rompimento de barragens do complexo, "e ainda assim a Mina Córrego do Feijão teve sua ampliação aprovada pelo Conselho Estadual de Política Ambiental em dezembro do ano passado".

Escrito por:

Estadão Conteúdo