Publicado 08 de Dezembro de 2018 - 13h03

Por Adagoberto F. Baptista

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

O Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro) de São Paulo, sediado em Campinas, inaugurou anteontem o Laboratório de Segurança Biológica NB3. O novo equipamento é considerado o mais moderno da América Latina em condições de biossegurança para manipulação de material de alto risco patológico, que pode causar doenças e colocar em risco a agropecuária no País. A obra, iniciada em 2011, teve investimentos de cerca de R$ 30 milhões.

Parte da Rede de Laboratórios Nacionais Agropecuários, o Lanagro é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como um dos dez laboratórios do mundo a atuar como referência para o diagnóstico da Influenza Aviária (IA) e doença de Newcastle. Ambas as enfermidades são causadas por vírus, altamente contagiosas e acometem aves silvestres e comerciais.

O novo laboratório NB3 possui nível de biossegurança 3 AG, o mais alto de biossegurança para laboratórios que trabalham com patógenos (causadores de doenças) agrícolas e animais. Com a nova unidade, o Lanagro aumentará a capacidade de diagnósticos, possibilitando um melhor atendimento tanto em âmbito nacional como internacional. A proximidade do Aeroporto de Viracopos é estratégica, pois agiliza o recebimento de amostras para análise laboratorial.

Com uma área total de 3.257,5 metros quadrados, o laboratório NB3 possui 300 metros quadrados de área biocontida, com acesso restrito e tratamento específico do ar e de efluentes. Os cuidados impedem o escape do vírus, permitindo que seja executado o circuito completo de isolamento e definição do grau de virulência dos microrganismos de forma segura. A utilização de métodos moleculares possibilitará a identificação rápida da doença em caso de emergência sanitária.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista