Publicado 07 de Dezembro de 2018 - 19h05

A Cia CPFL de Teatro encerra a temporada de 2018 com duas apresentações gratuitas do espetáculo Bodas de Sangue, de Federico García Lorca (1898-1936), na Sala Umuarama do Instituto CPFL neste domingo. Com direção de Abílio Guedes, o espetáculo é parte do Circuito CPFL, projeto do Instituto CPFL que promove atividades artísticas, esportivas e ações sociais em diversas cidades do país.

Casamentos por interesse, frustrações e insatisfações com as normas sociais que conduzem a uma falsa moral são o pano de fundo desta peça escrita em 1932 e baseada em um assassinato ocorrido em 1928, no povoado de Níjar, em Andaluzia, na Espanha. O texto de García Lorca, um dos nomes mais importantes da dramaturgia mundial, é carregado de simbolismos e metáforas retiradas da cultura local, como o sangue, a lua, o mendigo, a morte, as flores, o touro e o cavalo. O texto integra a trilogia dos dramas de Lorca, composta ainda por A Casa de Bernarda Alba e Yerma.

A companhia, criada em 2003 com a proposta de reunir colaboradores da CPFL Energia e o público identificado com as artes cênicas, é dirigida por Abílio Guedes e tem como assistente de direção Valtinho Froldi, organizador do programa de oficinas e ensaios. Desde 2004 o grupo promove apresentações abertas ao público.

“Esta montagem é uma ousadia, que reúne um grande elenco envolvendo atores iniciantes e veteranos”, destaca o diretor, que considera o texto “uma tragédia de amor e ódio”.

Amanhã, às 16h e às 19h, no Instituto CPFL, à Rua Jorge de Figueiredo Corrêa, 1.632, Chácara Primavera (telefone 3756-8000). Entrada franca (ingressos distribuídos com uma hora de antecedência, limitado a dois por pessoa).