Publicado 07 de Dezembro de 2018 - 22h00

Por AFP

Um importante funcionário russo ofereceu à campanha de Donald Trump "sinergia a um nível de governo" em um contato em novembro de 2015, revela nesta sexta-feira o relatório do procurador especial Robert Mueller, que investiga a suposta interferência da Rússia na campanha presidencial dos EUA.O ex-advogado pessoal de Trump Michael "Cohen recebeu informação do contato e falou com um cidadão russo, que afirmou ser uma 'pessoa de confiança' da Federação Russa que ofereceu à campanha 'sinergia política' e 'sinergia a um nível de governo'", destaca o documento.cat/lr

Escrito por:

AFP