Publicado 08 de Dezembro de 2018 - 8h44

Por Paulo Santana

Com boas atuações durante toda a temporada, o zagueiro Renan Fonseca terminou o ano como capitão da equipe pontepretana

Cedoc/RAC

Com boas atuações durante toda a temporada, o zagueiro Renan Fonseca terminou o ano como capitão da equipe pontepretana

Um dos pilares da defesa menos vazada da Série B do Campeonato Brasileiro, o zagueiro Renan Fonseca renovou contrato e fica mais um ano na Ponte Preta. O jogador, que mostrou regularidade, foi o segundo com maior número de jogos pelo time, ficando abaixo somente do goleiro Ivan: 62 a 61.

A regularidade foi tanta que Renan esteve em 37 das 38 partidas da Macaca da Série B e só ficou de fora por acúmulo de cartões amarelos. Não foi substituído nenhuma vez. Além da eficiência defensiva, o jogador de 28 anos ainda marcou dois gols, nas vitórias por 2 a 1 contra o São Bento e 1 a 0 sobre o Boa Esporte.

E os bons números de Renan vão além. É o atleta que mais teve posse de bola na equipe (53% por jogo), foi o segundo que mais realizou viradas de jogo (72% corretas e apenas 28% erradas) e fez 27 desarmes no campeonato (81,5% corretos), segundo dados do site Footstats.

Revelado na base da Macaca, o zagueiro que é duro na marcação e também sabe sair para o ataque, chegou em janeiro dizendo que pretendia provar seu valor. Ao final do ano, fez mais do que isso e foi capitão do time que terminou o ano sob o comando do técnico Gilson Kleina. "Pude ser capitão, um dos líderes do grupo e foi muito importante na minha carreira. Infelizmente, o acesso não veio, mas dei o meu melhor pelo clube que me revelou" , disse.

Aos poucos, a diretoria vai repondo peças que deixaram o clube. A próxima meta é fechar com o lateral-direito Luis Ricardo, que se despediu do Botafogo após quatro temporadas. Existe a concorrência do Goiás, que conseguiu o acesso para a Série A, mas a Ponte tem prioridade.

Tanto que Luis Ricardo, que tem 34 anos e foi vice-campeão paulista de 2008 pela Macaca atuando como atacante, veio a Campinas no meio da semana. Ele chegou a postar uma foto com o amigo Luis Fabiano em seu Instagram.

Os atacantes Renato Kayzer, do Cruzeiro, e Rodrigão, do Santos, também estão nos planos. Enquanto Luis Ricardo viria para a vaga de Igor Vinícius, que foi para o São Paulo, os atacantes poderiam substituir André Luís, confirmado ontem como reforço do Corinthians, e Junior Santos, liberado para voltar ao Ituano.

Caso Goiás

A Ponte Preta protocolou no STJD notícia de infração contra o Goiás por supostas irregularidades no registro do lateral-esquerdo Ernandes. O próximo passo é aguardar um posicionamento da Procuradoria, que deve analisar no início da próxima semana. Se entender que o clube goiano deva ser punido, a Ponte Preta subiria na sua vaga.

Escrito por:

Paulo Santana