Publicado 08 de Dezembro de 2018 - 17h26

Por Daniela Nucci

A imagem de Nossa Senhora da Conceição na redoma, na Catedral Metropolitana, após a procissão

Patrícia Domingos/AAN

A imagem de Nossa Senhora da Conceição na redoma, na Catedral Metropolitana, após a procissão

A devoção a Nossa Senhora da Conceição moveu milhares de fiéis na manhã deste sábado (8), data em que a santa é celebrada, até a Catedral Metropolitana de Campinas, no Centro. A celebração reuniu católicos de todas as paróquias subordinadas à Arquidiocese de Campinas, assim como seminaristas e religiosos. As atividades começaram com uma procissão – que teve um pequeno atraso devido ao trânsito. Os fiéis saíram da Basílica do Carmo em direção à Catedral Metropolitana. Lá, aconteceu a missa solene em louvor à santa, por volta das 9h, presidida pelo Monsenhor José Eduardo Meschiatti, administrador diocesano. “A Imaculada Conceição é a padroeira da cidade, da arquidiocese e titular da Catedral Metropolitana. Essa devoção existe antes de Campinas ser uma cidade e é um momento de unidade e celebração, no qual os padres e o povo em comunhão buscam dar testemunho público da fé cristã e católica, diante de tantos desafios que nos colocam hoje. A fé é um momento oportuno de se reforçar a unidade entre o clero e o povo de Deus”, disse Meschiatti.

Para o administrador diocesano, o destaque para este ano é o desejo do Papa Francisco de dar continuidade à Jornada Mundial dos Pobres. “Ao redor da Catedral temos pobres e moradores de ruas, que são também o alvo da nossa ação religiosa e atenção carinhosa que a igreja quer dar para a cidade" , disse Meschiatti.

Durante o dia todo, foram realizadas outras duas missas, às 12h15 e 18h30. Neste ano, os agentes pastorais prepararam um bolo comemorativo. Cada pedaço era vendido por R$ 10 e a pessoa levava para casa uma medalhinha da padroeira.

“Queremos fazer do bolo uma tradição. As pessoas gostam de comemorar uma festa com bolo. Está na nossa cultura, é sinônimo de festa. As pessoas aderiram muito bem a iniciativa. É uma forma também das pessoas ajudarem na manutenção da Catedral”, disse o monsenhor Pároco da Catedral de Campinas, Rafael Capelato. O valor será repassado para diversas iniciativas como manutenção, espaço da igreja, trabalho pastoral, evangelização e caridade, como para as pessoas que pedem socorro num momento de necessidade. Outro destaque da celebração foi o pedido de oração da novena de Nossa Senhora da Conceição para a escolha do futuro Arcebispo de Campinas. “Temos rezado pela nomeação do futuro arcebispo de Campinas, quem nomeia é o papa Francisco. Estamos na expectativa que ele nos mande um bom pastor, esta é a oração que estamos fazendo na festa da Padroeira este ano” , completou o monsenhor Capelato.

Imaculada

Fé e devoção. Essas palavras resumiram bem o sentimento de centenas de fiéis que participaram da missa solene em louvor a Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Campinas. Muito emocionada, a aposentada Maria Zilda da Silva, de 66 anos, foi agradecer a graça alcançada por um ente querido. “Meu irmão era alcoólatra e pedi com fé para Nossa Senhora da Conceição para livrá-lo desse mal. Meu pedido foi atendido e hoje ele está bem. Ela fez essa cura. Ela é muito poderosa e é só pedir com fé”, disse Maria Zilda. Com lágrimas nos olhos, a doméstica Vera Porfilho, de 47 anos, só foi agradecer por tudo que Nossa Senhora da Conceição faz na vida dela. “Sou grata por tudo que ela faz por mim e temos que ter fé nessa vida porque sem ela fica muito difícil encarar as dificuldades”, comentou Vera.

Escrito por:

Daniela Nucci