Publicado 03 de Outubro de 2018 - 5h30

Os investidores promoveram uma corrida às compras ontem e levaram o Índice Bovespa a uma alta expressiva. O inesperado aumento de 4 pontos percentuais nas intenções de voto de Jair Bolsonaro foi o principal assunto do dia e se sobrepôs ante todos os outros fatores em segundo plano. Com o mercado mais confiante na vitória de um candidato alinhado a uma agenda reformista, o Ibovespa fechou com alta de 3,80%, a maior desde novembro de 2016. Os negócios somaram R$ 16,6 bilhões, bem acima da média das últimas semanas, de R$ 9,6 bilhões. O dólar também reagiu às pesquisas e caiu 2,47%, encerrando o pregão a R$ 3,93, o menor valor desde agosto eo maior recuo diário desde junho. O real foi a segunda moeda que mais ganhou valor ontem ante o dólar, atrás apenas do peso argentino e contrariando outras divisas de emergentes, que perderam terreno ante o dólar. (Estadão Conteúdo)