Publicado 03 de Outubro de 2018 - 19h05

A chegada de um bebê muda completamente a rotina de um casal. E as dificuldades que giram em torno dessa nova realidade podem provocar situações engraçadas. Esse é o mote de Pais de Primeira, próxima série da Globo. Protagonizada por Renata Gaspar e George Sauma, a produção é uma típica comédia de situação que gira em torno de um casal que precisa se adaptar às necessidades de seu primeiro filho. Apesar de se tratar de um assunto atemporal, a educação dada aos filhos sofreu transformações ao longo dos anos. Antes a responsabilidade era vista como algo exclusivo da mãe, mas agora o pai é cobrado a assumir as funções na mesma proporção. “Nunca passou pela cabeça do meu avô, por exemplo, que ele tivesse qualquer coisa a ver com a educação dos filhos. No caso do meu pai, esperava-se que ele ajudasse, mas não que dividisse as tarefas com minha mãe. Na minha geração, espera-se que realmente seja algo dividido igualmente e essa adaptação do casal, que não está habituado a esse cenário, é a graça da história”, explica o autor, Antonio Prata.

Na história de seis episódios dirigida por Luiz Henrique Rios, Renata Gaspar interpreta Taís, uma administradora workaholic que descobre estar grávida durante uma reunião com potenciais clientes. Já George Sauma vive Pedro, que pretende montar uma banda com o melhor amigo após pedir demissão do emprego em uma produtora. Depois do baque da notícia da gravidez, os dois precisam rever suas prioridades. “Com humor, fazemos uma reflexão sobre as dificuldades que surgem quando um bebê chega a uma família. Ninguém aprende a criar um filho antes de ser pai e mãe. Não adianta ler, não adianta ver, é a relação com o bebê que gera os pais”, salienta Luiz Henrique Rios.

A partir do momento em que descobre que vai ser pai, Pedro mergulha nos livros sobre o assunto. E acredita que, só de ler, passa a conhecer tudo de paternidade e está preparado para encarar a nova rotina. Só que na prática não é bem assim. Colocar em cena todas as dificuldades enfrentadas pelos personagens, aliás, foi quase intuitivo para Renata e George. Os atores chegaram a fazer pesquisas como parte da preparação para a série. Leram livros e assistiram a séries que falam de maternidade e gravidez. “Estudamos tanto que parecia mesmo que a gente ia ter um filho. Mas, na hora de gravar, por mais que a gente tivesse estudado, não sabia o que fazer direito”, revela Sauma, aos risos.

Para ter um neném de verdade nas cenas, a produção de Pais de Primeira conta com três bebês nos bastidores. E toda a logística de trabalho funciona de acordo com as necessidades dessas crianças. Com o objetivo de estabelecer uma relação mais forte com os bebês antes do início das gravações, Renata se propôs a passar um tempo com eles. Mas acabou pegando conjuntivite e o encontro só aconteceu no set. No fim das contas, o resultado foi satisfatório. Afinal, a atriz precisava demonstrar não ter intimidade com a maternidade em suas sequências. “A primeira vez que eu peguei os bebês, foi no momento da cena em que a minha personagem realmente não saberia segurar o bebê no colo. Então, isso aconteceu mesmo. Eu não tenho filhos, é um assunto novo para mim”, conta a atriz. Além dos protagonistas, Pais de Primeira também conta com nomes como Heloisa Perrisé, Nelson Freitas, Daniel Dantas, Marisa Orth e Monique Alfradique. (Da TV Press)