Publicado 05 de Outubro de 2018 - 6h10

Por AFP

Um tribunal do distrito central de Seul condenou nesta sexta-feira o ex-presidente sul-coreano Lee Myung-bak a 15 anos de prisão por corrupção.Presidente de 2008 a 2013, Lee, 76 anos, foi declarado culpado por corrupção e desvio de recursos.Além da pena de prisão, o ex-presidente foi condenado a pagar uma multa de 13 bilhões de wons (11,5 milhões de dólares).Lee é o caso mais recente de governante da Coreia do Sul envolvido em uma investigação criminal sobre comissões e propinas que alcançam milhões de dólares.sh/gle/jac/ia/es/fp

Escrito por:

AFP