Publicado 03 de Outubro de 2018 - 20h00

Por AFP

A inflação vai subir? Os juros estão altos demais? Baixos demais? Os riscos econômicos estão à espreita?A cada noite, esses são os temores que tiram o sono do presidente do Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano), Jerome Powell.Embora esteja otimista com a economia dos Estados Unidos e garanta que boas notícias continuarão a surgir, quando foi indagado na quarta-feira sobre o que lhe tira o sono à noite, Powell respondeu: "Basicamente, tudo". "Ninguém quer que o responsável por um banco central durma bem. Que bem faz isso?" - questionou, em um fórum empresarial. As preocupações com alcançar uma política monetária correta estão no topo da lista. "O mundo é cheio de riscos. Eu provavelmente perco o sono por diferentes motivos a cada noite", concluiu. Se houvesse uma crise, ele previu que não seria como a última, de 2008, mas poderia ser consequência de um ciberataque ou de um acontecimento mundial. O crescente protecionismo e a desaceleração de uma economia tão poderosa quanto a China seriam "ruins para os trabalhadores americanos e para a economia americana", disse. Mas se as disputas comerciais do presidente Donald Trump - que incluem até agora tarifas sobre quase metade do que os Estados Unidos compram da China - resultarem em taxas menores e regras comerciais melhores, então "seria bom para nós". hs/dg/gm/mps/ll

Escrito por:

AFP