Publicado 03 de Outubro de 2018 - 6h10

Por AFP

A Norsk Hydro suspenderá temporariamente a produção na Alunorte, a maior fábrica de alumina do mundo, localizado no estado do Pará, por não ter recebido autorização para instalar um novo depósito de resíduos, informou nesta quarta-feira o grupo norueguês.Após o anúncio, as ações da Norsk Hydro operavam em queda de mais de 10% na Bolsa de Oslo.Extraído da bauxita, a alumina é o principal componente do alumínio.Desde março, a Alunorte operava com apenas 50% de sua capacidade a pedido das autoridades brasileiras, que acusam o grupo de ter contaminado as águas da localidade de Barcarena (Pará), o que a empresa nega.Apesar do anúncio de um princípio de acordo em setembro, a Norsk Hydro não recebeu autorização para retomar a produção em 100% nem para instalar um novo depósito de resíduos.A empresa afirmou em um comunicado que o depósito atual "se aproxima do fim de sua vida útil antes do esperado, o que obriga a Alunorte a tomar a decisão responsável de fechar temporariamente 100% de suas operações".O fechamento deve provocar o aumento do preço do alumínio e ter um impacto negativo nos resultados do grupo, que já foram afetados pelos problemas no Brasil.phy/pc/ra/fpNORSK HYDRO

Escrito por:

AFP