Publicado 11 de Agosto de 2018 - 12h51

Por Delminda Aparecida Medeiros

Rapper Rashid participa de sarau literário em Nova Odessa

O sarau literário Parada Poética, realizado mensalmente há cinco anos em Nova Odessa, sob o comando do rapper, poeta e educador Renan Inquérito, um dos nomes de destaque no rap nacional, traz um convidado especial na edição desta segunda-feira: o rapper Rashid, um dos mais importantes do rap brasileiro da atualidade. Fundador do grupo Inquérito, Renan, natural de Nova Odessa, é reconhecido no país e no exterior pelo trabalho com literatura, poesia e reabilitação social em instituições que abrigam menores infratores. Em Nova Odessa, a Parada Poética ocorre todo mês na Estação Cultura, espaço que foi revitalizado. O sarau é interativo, aberto à participação do público e à literatura considerada periférica. O trabalho foi premiado pelo Ministério da Cultura e circula pelo país com edições itinerantes. A mais recente foi realizada na última quarta-feira, dia 8, no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Jardim Amanda, em Hortolândia, que já prevê uma próxima edição no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), do Remando Campineiro.

O convidado da edição desta segunda, Rashid tem uma história consolidada e respeito do público e da mídia por suas escritas. Em 2018, lançou o primeiro livro, Ideias que rimam mais que palavras – Vol. 1, com o qual tem visitado feiras de literatura por todo o país, como a Bienal do Livro de São Paulo. No sarau, vai interagir com o público, fazendo rimas na hora e sessão de autógrafos do livro.

Renan e Rashid também têm parceria na música, como a colaboração na faixa Turbulência, incluída no disco mais recente do grupo Inquérito, Tungstênio, lançado em março. Ambos seguem agenda de shows pelo país com os trabalhos novos: Tungstênio, do Inquérito; e Crise, de Rashid. “É mais uma presença ilustre na Parada Poética, que agita Nova Odessa e região”, cita o secretário de Esportes, Lazer, Cultura e Turismo, Levi Tosta. Dia 13, às 20h, na Estação Cultura (Av. Carlos Botelho, anexa à Praça Central de Nova Odessa).

Escrito por:

Delminda Aparecida Medeiros