Publicado 14 de Agosto de 2018 - 10h53

Por Estadão Conteudo

Manifestação por 'Lula livre' causa engarrafamento

Divulgação

Manifestação por 'Lula livre' causa engarrafamento

Um protesto organizado pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e contra sua inelegibilidade causa longo engarrafamento nas principais vias da capital na manhã desta terça-feira, 14. Centenas de manifestantes interditam o acesso ao Aeroporto Internacional de Brasília e ao Plano Piloto, região onde se concentram o Congresso, os ministérios e diversas instituições públicas e privadas.

O objetivo dos manifestantes é pressionar a Justiça contra a prisão do ex-presidente Lula. Ele foi condenado em primeira e segunda instâncias na Operação Lava Jato pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá (SP). A Justiça estipulou pena de 12 anos e um mês e o ex-presidente está preso em Curitiba desde 7 de abril.

Segundo o MST, o protesto foi organizado em marchas com pessoas vindas de diferentes regiões do País: a coluna Prestes vem do Sul e Sudeste, saindo do aeroporto. Nessa região, eles estão sendo escoltados pela Polícia Militar. A coluna Tereza Benguela é composta por militantes do Centro-Oeste e parte da rodoviária, enquanto a coluna Ligas Camponesas sai do Balão do Torto, região próxima à residência de campo do governo brasileiro em Brasília.

O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal informa que liberou as faixas exclusivas para a melhoria do fluxo. A estimativa é de que 26 quilômetros estavam congestionados no início da manhã de terça-feira.

O grupo deve se concentrar no entorno do Estádio Mané Garrincha, no centro da capital. O Partido dos Trabalhadores deve registrar a candidatura do ex-presidente nesta quarta-feira, 15, o prazo final para registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Escrito por:

Estadão Conteudo