Publicado 14 de Agosto de 2018 - 13h40

Por AFP

O estado americano de Nebraska deve realizar na noite desta terça-feira (14) a primeira execução de um prisioneiro com uma injeção letal que contém fentanil, um potente e polêmico opiáceo.Este estado rural do centro do país não faz execuções desde 1997. Esta será a primeira vez com injeção letal em sua história.Carey Dean Moore foi condenado à morte por dois assassinatos cometidos em 1979.O coquetel contém quatro substâncias, incluindo três que nunca foram usadas durante uma execução: o sedativo diazepam, o poderoso analgésico fentanil, o relaxante muscular cisatracúrio e cloreto de potássio, para o coração.O uso do fentanil, responsável por muitas overdoses nos Estados Unidos como parte da crise de opiáceos, é particularmente criticado. O fentanil é 50 vezes mais forte do que a heroína e quase 100 vezes mais forte do que a morfina. Em 2016, causou a morte de mais 20.000 pessoas.A organização de direitos civis ACLU pediu à Justiça de Nebraska que adie a execução, alegando que a condenação de Moore à morte foi automaticamente comutada para prisão perpétua em 2015, quando o estado aboliu a pena capital em um referendo.Moore, que passou 38 anos no corredor da morte, disse não querer que a execução seja adiada.nov/dw/leo/vog/gv/dga/cn/ttFRESENIUS SE & CO KGAA

Escrito por:

AFP