Publicado 14 de Agosto de 2018 - 9h00

Por AFP

A gigante BHP e o Sindicato Nº1 de trabalhadores anunciaram nesta terça-feira que decidiram estender a mediação obrigatória a fim de evitar uma greve na mina Escondida, a jazida de cobre mais produtiva do mundo.Através de comunicados, a empresa e os mineiros informaram que prolongarão a negociação que já dura uma semana por mais um dia para chegar a um acordo que evite uma nova paralisação depois da greve de 44 dias no ano passado, a mais longa da história da mineração chilena.Na semana passada, os afiliados ao maior sindicato de Escondida - que agrupa cerca de 2.500 operários - rejeitaram a última oferta salarial da empresa e aprovaram fazer a greve, em meio à negociação coletiva.Após essa rejeição, qualquer uma das partes poderia pedir a mediação da Direção do Trabalho. Mas os trabalhadores confirmaram que não iriam a esta instância e deram à empresa até a segunda desta semana o prazo máximo para melhorar sua oferta.Como quarta-feira é feriado no Chile, o acordo ou o início da greve fica adiado para quinta, dia 16.A mina está localizada cerca de 170 km a sudeste de Antofagasta, no deserto do Atacama (norte do Chile), a 3.100 metros de altitude.O Chile é o maior produtor mundial de cobre, com cerca de 5,6 milhões de toneladas, quase um terço da produção total.pa/dga/cn

Escrito por:

AFP