Publicado 13 de Agosto de 2018 - 13h40

Por AFP

Um jovem israelense de 17 anos foi detido na sexta-feira no que foi um campo de extermínio nazista após mostrar as nádegas, informaram nesta segunda-feira (13) a polícia e o Museu de Majdanek em Lublin, no leste da Polônia. O adolescente, que fazia parte de um grupo de turistas israelenses, "abaixou as calças dando as costas para os barracões do campo", explicou à AFP o comissário Andrzej Fijolek, do Departamento de Imprensa da polícia de Lublin.As equipes de segurança de Majdanek puderam ver o gesto graças às câmeras de vigilância.Após ser levado para uma delegacia de Lublin, o jovem foi informado que o denunciariam por "ofensa a um monumento ou lugar de memória", crime que na Polônia pode ser punido com multa, mas também com penas de prisão. "Reconheceu o ato e declarou querer se submeter a uma pena pelo feito", assegurou o comissário Fijolek. A vontade de cooperar com as autoridades poderia ajudar a evitar um processo judicial.A polícia ficou com os 1.000 zloty (cerca de 260 dólares) que o jovem israelense tinha em sua carteira, uma quantia que poderia servir para pagar a multa, informaram na delegacia de Lublin. O adolescente deve voltar logo a Israel, acrescentou o comissário Fijolek.A direção do campo de Majdanek confirmou o incidente e "condenou firmemente este ato indecente" e "indignante", em um texto recebido pela AFP. Incidentes como o do jovem israelense em Majdanek são relativamente comuns naqueles que foram campos de extermínio nazista na Polônia. via/bds/eb/age/cb/cc

Escrito por:

AFP