Publicado 13 de Agosto de 2018 - 9h40

Por AFP

Seis alpinistas e um membro da tripulação foram resgatados, mas nove pessoas continuam desaparecidas, após o pouso forçado de um helicóptero nas montanhas do Tadjiquistão, anunciaram nesta segunda-feira as autoridades do país da Ásia Central.O Comitê de Situações de Emergência informou à AFP que um helicóptero das equipes de resgate chegou à região do acidente, na região leste do país, e resgatou seis alpinistas e um integrante da tripulação."Alguns alpinistas estavam feridos e receberam atendimento médico", informou o comitê, que também enviou outros dois helicópteros à região do acidente, que fica a mais de 300 km ao leste da capital Dushambe.Os alpinistas, que não tiveram as nacionalidades divulgadas, pretendiam escalar a montanha Ismail Samani, de 7.495 metros, que já foi conhecido como o Pico do Comunismo. O acidente acontece duas semanas depois do assassinato de quatro turistas estrangeiros em um ataque reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico, que tem entre um de seus alvos o turismo no Tadjiquistão. O país é famoso por suas paisagens desérticas e montanhas espetaculares. ab-cr/pop/gmo/ra/bc/eb/zm/fp

Escrito por:

AFP