Publicado 11 de Agosto de 2018 - 10h30

Por AFP

O balanço do incêndio que devastou, em 23 de julho, a região ao leste de Atenas, subiu para 94 mortos neste sábado (11), após o falecimento de uma das vítimas no hospital - anunciaram os bombeiros.Mais de 30 pessoas continuam internadas, após o incêndio que castigou o balneário de Mati.Quatro autoridades foram demitidas após a tragédia: o ministro da Ordem Pública e da Proteção dos Cidadãos, Nikos Toskas, e responsáveis da polícia e dos bombeiros.O governo alega que foi difícil organizar uma retirada com ventos de mais de 120 km/h naquela data. Descobriu-se, porém, que a Polícia não isolou a área de forma adequada por não ter sido corretamente alertada pelos bombeiros sobre a proporção e a localização exatas do incêndio.Vários motoristas ficaram presos nas ruas estreitas de Mati, enquanto moradores conseguiram chegar às praias para se proteger das chamas. Muitos permaneceram por horas nas águas até a chegada de socorro.Uma investigação judicial foi aberta, e os pais de duas das vítimas também pediram que se investigue as autoridades por negligência.jph/dcr/mr/mct/tt

Escrito por:

AFP