Publicado 10 de Agosto de 2018 - 13h40

Por AFP

O ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, transmitiu em uma conversa por telefone com o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, nesta sexta-feira (10), a "rejeição categórica" da Rússia às últimas sanções anunciadas por Washington - declarou a Chancelaria.No telefonema, que aconteceu "por iniciativa americana", "o lado russo expressou sua rejeição categórica às novas sanções anunciadas recentemente por Washington em relação com supostas informações sobre o envolvimento da Rússia no suposto caso Skripal", informou o Ministério russo, em um comunicado."Serguei Lavrov ressaltou que, nem os Estados Unidos, nem a Grã-Bretanha, nem nenhum outro país proporcionaram, desde o incidente de Salisbury, qualquer fato que confirme tais afirmações", acrescenta a nota.Na quarta-feira, o governo americano anunciou novas sanções contra a Rússia, em função do envenenamento, no início de março, em Salisbury, na Inglaterra, do ex-agente duplo russo Serguei Skripal e de sua filha, Yulia. Londres responsabiliza as autoridades russas, que negam, desde o início, qualquer envolvimento no episódio.Ontem, Moscou criticou as sanções "inaceitáveis", e a diplomacia russa prometeu retaliar.Lavrov e Pompeo concordaram, porém, "em manter os contatos em todas as questões de interesse mútuo", completa o comunicado divulgado pelo Ministério russo das Relações Exteriores.am/acc/pb/tt

Escrito por:

AFP