Publicado 11 de Agosto de 2018 - 22h56

Por Paulo Santana/AAN

Os jogadores bugrinos lamentam em campo numa rodada em que a equipe perdeu novamente a chance de entrar no G4 da Série B do Brasileiro

Thomaz Marostegan/Especial para AAN

Os jogadores bugrinos lamentam em campo numa rodada em que a equipe perdeu novamente a chance de entrar no G4 da Série B do Brasileiro

O Guarani dominou a primeira etapa, mas abriu espaço e tomou a virada do Fortaleza, sábado à tarde, no Estádio Brinco de Ouro, pela primeira rodada do returno da Série B do Campeonato Brasileiro. O Bugre abriu excelente vantagem de 2 a 0 e vencia até os 41’ do segundo, quando tomou o empate. Acabou sofrendo o terceiro, aos 48’, em uma derrota amarga do time de Campinas diante do líder da competição.

Bruno Mendes e Rafael Longuine marcaram para o Bugre, enquanto Felipe, Gustavo Henrique e Marcinho fizeram pata os visitantes. O primeiro tempo foi todo dominado pelo Guarani. No único ataque do Fortaleza, aos 8', Bonilha pegou a bola na intermediária e mandou chute forte, que Oliveira rebateu com tranquilidade.

Depois disso, só deu Bugre. Na primeira descida ao ataque, aos 10', saiu o primeiro gol. Depois de boa troca de passes no meio, a bola chegou na direita. Felipe Rodrigues cruzou na medida para o cabeceio certeiro de Bruno Mendes: 1 a 0.

Reconhecendo o erro de estratégia, Rogério Ceni tirou um dos três zagueiros aos 25'. Colocou o atacante Marcinho em campo, mas o Bugre continuou dando as cartas.

O segundo saiu aos 39' depois que o goleiro do Fortaleza rebateu mal a bola chutada de longe. Rafael Longuine pegou o rebote e, livre na área, marcou 2 a 0. Foi um gol de oportunismo na falha de Marcelo Boeck.

Mas, na volta para o segundo tempo, o visitante esteve melhor e descontou logo no começo. Rafael Longuine errou passe no meio e ofereceu a chance do contra-ataque para o adversário. Felipe arrancou com liberdade e, próximo da linha da grande área, mandou uma bomba no canto. Oliveira saltou, mas não conseguiu evitar: 2 a 1, aos 2'.

O Bugre só conseguiu um novo lance de ataque aos 27' quando Bruno Mendes finalizou da esquerda. A bola passou por toda extensão da área, sem que alguém chegasse para empurrar a bola para dentro.

O Guarani chegou de novo aos 33'. Guilherme cruzou da direita, Philipe Maia subiu de cabeça e o goleiro fez bela defesa. Mas, aos 41', o líder da Série B deixou tudo igual no placar. A bola veio da direita, Gustavo Henrique escorou e recebeu de volta dentro da área. Ele mesmo completou a jogada e fez 2 a 2.

A pressão continuou nos minutos finais e Marcinho, que entrou em campo ainda no primeiro tempo, decretou a virada num erro de posicionamento da zaga bugrina. Ele completou a jogada livre na área e saiu para comemorar: 3 a 2.

Escrito por:

Paulo Santana/AAN