Publicado 12 de Agosto de 2018 - 6h00

Por Do Correio

A Escola Parque do Parque Industrial, erigida pela construtora Edvard de Vita Godoy, é uma das melhores

Reprodução

A Escola Parque do Parque Industrial, erigida pela construtora Edvard de Vita Godoy, é uma das melhores

COSTA JÁ GOVERNA DA AMAZÔNIA

O presidente Costa e Silva deixou o Rio de Janeiro, onde se encontrava ontem, seguindo para Belém, a fim de instalar na Amazônia a sede provisória do govêrno federal até o próximo dia 16. No "Viscount" presidencial também viajaram d. Yolanda Costa e Silva, os ministros da Fazenda, da Saúde, dos Transportes e das Minas e Energia, os chefes do gabinete civil e militar da presidência, o chefe do SNI, o chefe do cerimonial e auxiliares imediatos da presidência. Compareceram ao embarque do chefe da nação os ministros do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, o chefe do Estado Maior das Fôrças Armadas, o comandante do I Exército e numerosos oficiais das três armas.

 

NOVOS MÉTODOS NO ENSINO BÁSICO DE CAMPINAS

Em Campinas, uma cidade de 300 mil habitantes, o siste-ma de educação básica, ministrado ao menor em idade escolar primária, vem sofrendo ultimamente um impulso que por certo nos transportará a uma época em que os problemas que ainda exis-tem, serão totalmente equacionados e solucionados. Graças a um perfeito entrosamento entre o estado e o município, temos hoje escolas em quase que todos os pontos estratégicos da cidade. As Escolas-Parque abrigarão mais de mil crianças no nível primário, em três setores distintos: administrativo, educacional e de convivência sócio-cultural. A área total de construção é de 3.600 metros. E todo o material empregado na sua construção é de primeiríssima qualidade.

 

TROPAS ISRAELENSES VOLTAM A PENETRAR NA JORDÂNIA

As fôrças israelenses penetraram na Jordânia, ao lado do Mar Morto, em perseguição de alguns terroristas árabes, contra os quais estabeleceram combate, anunciou hoje aqui, o porta-voz militar israelense. Na luta cinco dos perseguidores pereceram e outros dois foram feridos e capturados, acrescentou o porta-voz. O grupo de terroristas pertencia ao movi-mento "Al Fatah" e atacara com bazuca a enfermaria da aldeia israelense de Ein Yahav, na região do Mar Morto. Não se registraram vítimas entre os israelenses. Foi nesse momento que se estabeleceu a perseguição. A unidade israelense, recolheu os cadáveres dos cinco árabes.

Escrito por:

Do Correio