Publicado 27 de Fevereiro de 2018 - 18h11

Por Carlos Augusto Rodrigues da Silva

Carlos Rodrigues

Da Agência Anhanguera

[email protected]

Amanhã termina o prazo de inscrições para a primeira fase da Série A2 do Campeonato Paulista e o Guarani, correndo contra o tempo, quer anunciar reforços hoje. Com dificuldades no mercado para reforçar o plantel, o Bugre prioriza as situações do zagueiro Anderson, do Grêmio, e do atacante Diego Cardoso, do Santos, e espera confirmar a chegada dos dois jogadores.

Anderson completará 23 anos na sexta-feira. Após se destacar com a camisa do Confiança no ano passado, o zagueiro foi contratado pelo Grêmio por três anos. Aproveitado no time de transição da equipe gaúcha, o jogador sofreu uma lesão no ligamento colateral do joelho direito na estreia do Estadual.

Apesar do susto, não foi necessária uma intervenção cirúrgica. O Guarani se informou sobre as condições do jogador, recebeu um parecer favorável e agora tenta acertar os últimos detalhes para confirmar o empréstimo do zagueiro.

O Bugre busca insistentemente um defensor para aumentar o número de opções do setor, que ficou desfalcado após a ida de Willian Rocha para o futebol japonês.

Se com Anderson a situação parece mais próxima de um final feliz, no caso de Diego Cardoso o otimismo não é tão grande. Na semana passada, o Guarani já havia iniciado as tratativas com o Santos para tentar o empréstimo Entre clubes e procuradores do jogador, tudo certo, mas o atacante não deu sinal positivo para a negociação.

Diogo renovou com o Peixe até 2019, iniciou a temporada treinando com a equipe principal e esperava chances com o técnico Jair Ventura, mas acabou sendo ‘rebaixado’ para o time sub-23. A ideia do Guarani é que, por não ter espaço no Santos, Diego mude de ideia e aceite a transferência.

Caso as duas situações não se concretizem, o Guarani não tem, a princípio, ‘planos B’ e pode ter que deixar vagas em aberto ou optar por atletas que estão treinando no clube, casos do zagueiro Alef e do atacante Gabriel Poveda, que voltou de empréstimo do Inter.

Na Rússia

O presidente do Guarani, Palmeron Mendes Filho, foi um dos escolhidos pela CBF para acompanhar a Copa do Mundo na Rússia. Ele e mais nove dirigentes — cinco da Série A e quatro da Série B — foram sorteados para irem ao Mundial junto com os presidentes das 27 federações estaduais.

O mandatário bugrino disse ontem, no entanto, que deve repassar o convite ao vice-presidente Assis Eurípedes pois não quer se ausentar no momento em que o Guarani estará em plena disputa da Série B do Brasileiro.

Escrito por:

Carlos Augusto Rodrigues da Silva