Publicado 27 de Fevereiro de 2018 - 16h49

Por Adagoberto F. Baptista

Alenita Ramirez

[email protected]

Foto: Não tem

Uma mulher de 39 anos foi estuprada e morta a facadas anteontem no Jardim Florence, em Campinas, no distrito do Campo Grande. O corpo de Maria de Fátima Marques de Miranda foi achado em uma área descampada pelo irmão, um ajudante de pedreiro de 50 anos, e o marido dela. O agressor chegou a tentar a degolar a vítima. Além dos golpes de faca, ela estava com a saia levantada e sem calcinha. O crime é investigado pelo Setor de Homicídios e o 11º Distrito Policial (DP), no Jardim Ipaussurama. Com Maria sobe para quatro o número de mulheres assassinadas na cidade desde o início do ano. No ano passado, foram 32 vítimas.

De acordo com relatos do marido da vítima para a polícia, Maria tinha o hábito de fazer caminhadas pela manhã e no dia do crime saiu cedo de casa, mas não voltou. Ele chegou no final de tarde em casa e percebeu que a mulher não havia voltado. O homem chegou a fazer registro do desaparecimento e depois se juntou com o cunhado e vizinhos fizeram buscas no percurso que costumava fazer.

Maria foi achada com diversas lesões pelo corpo “produzidas por objeto pérfuro cortante, bem como sinais de esgorjamento", ou seja, foi golpeada várias vezes, possivelmente, com uma faca e ainda o assassino tentou degolar a vítima com cortes profundos no pescoço.

Durante o dia de ontem, investigadores realizaram diversas buscas e ao menos dois suspeitos foram detidos e levados para o 11º DP.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista